segunda-feira, 25 de junho de 2007

George Jessel

O cérebro humano começa a trabalhar no momento em que o sujeito nasce e não pára até o momento em que ele sobe num palanque para fazer um comício.

George Jessel